Caro aviador, esta é uma área onde encontrarás algumas informações pertinentes ao gerenciamento de segurança das operações do Aeroclube de Canela, caso tenha sugestões de conteúdo e críticas construtivas, envie-nos um e-mail para este endereço: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Segurança Operacional

Em um meio operacional em que a eliminação de todos os acidentes (e incidentes graves) torna-se impossível; no qual falhas continuarão a ocorrer, apesar dos mais bem-sucedidos esforços de prevenção; e ainda, somado ao fato de não existir atividade humana ou sistema feito pelo homem que esteja totalmente livre de riscos e erros, faz-se necessário compreender que riscos e erros são aceitáveis em um sistema implicitamente seguro, sempre que estejam sob controle. Segurança operacional é o estado no qual o risco de lesões às pessoas ou danos aos bens se reduz e se mantém em um nível aceitável, ou abaixo do mesmo, por meio de um processo contínuo de identificação de perigos e gerenciamento dos riscos. Deste modo, o Aeroclube de Canela parte da análise dos recursos e objetivos operacionais para manter uma operação segura e eficaz aos nossos usuários e à comunidade.

MGSO - Manual Geral de Segurança Operacional

Este documento descreve uma forma de cumprimento dos requisitos do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional – SGSO, e foi adotado pelo Aeroclube de Canela em cumprimento a Resolução n° 106, de 30 de junho de 2009. Estabelece a política de segurança operacional do Aeroclube e os objetivos estratégicos, metas e indicadores de desempenho de modo a melhorar continuamente o nível global de segurança, e garante a aplicação das ações corretivas necessárias a manter um nível aceitável de desempenho. Se você tem interesse em conhecer o nosso MGSO, entre em contato através de nosso e-mail.

Carta de Segurança Operacional

A “Carta de Segurança Operacional” é um informativo elaborado pela ANAC em seu sítio eletrônico a provedores de serviço da aviação civil e comunidade, com o objetivo de divulgar artigos sobre segurança operacional e informações, procedimentos e legislações referentes ao tema previstos no PSOE-ANAC. A Carta é uma publicação da Assessoria de Comunicação Social – ASCOM e Assessoria de Articulação com o SIPAER – ASIPAER da ANAC. Sugestões, dúvidas e críticas a Carta, encaminhar e-mail a: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Para tratar de assuntos relacionados à Segurança Operacional, indica-se tratar com a Superintendência de Padrões Operacionais (SPO), através do endereço: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou Canal telefônico de atendimento ao usuário: 163 / (61) 3314-4255.

CENIPA

Conheça o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, clicando aqui. O CENIPA desenvolve anualmente atividades educacionais, operacionais e regulamentares. Além disso, como órgão central do SIPAER, tem como atribuições a supervisão, o planejamento, o controle e a coordenação de atividades de investigação e prevenção de acidentes aeronáuticos. Essas ações são realizadas num universo que envolve as três Forças Armadas (Marinha, Exército e Força Aérea Brasileira), Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO), empresas aéreas, entre outros representantes e operadores.

RELPREV - Relatório de Prevenção

Dentro do Programa que gerencia o reporte voluntário de uma situação potencial de risco para a Segurança Operacional, o RELPREV tem por finalidade única a prevenção de acidentes aeronáuticos, a fim de aumentar a segurança operacional. Este relato não precisa ser identificado e, se o for, o relator será informado sobre as medidas adotadas. O CENIPA (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) orienta que qualquer pessoa que identificar uma situação potencial de perigo, relacionada à segurança de voo, ou que dela tiver conhecimento, poderá reportá-la por meio de um RELPREV. Caso você tenha interesse em enviar um RELPREV ao Aeroclube de Canela, utilize o nosso formulário - clicando aqui - ou, se preferir, envie-nos um e-mail.

RCSV - Relatório Confidencial de Segurança de Voo

O Relatório foi implantado CENIPA para disponibilizar a comunidade aeronáutica mais um instrumento destinado à prevenção de acidentes a parte do RELPREV. O reporte confidencial destina-se, tão somente, ao registro das circunstâncias que constituam, ou possam vir a constituir, uma situação potencial de risco à atividade aérea com o objetivo de aprimorar a segurança operacional. É vedado o seu uso para relato de fatos que constituam crime ou contravenção penal de qualquer natureza. É assegurado o anonimato do relator somente nos casos em que os eventos reportados se refiram à prevenção de acidentes aeronáuticos. Toda e qualquer informação relativa à identificação do relator de um RCSV será restituída tão logo as informações da ocorrência sejam processadas, garantindo-se, assim, o anonimato da fonte. Este relatório é enviado diretamente ao CENIPA. Para enviar um RCSV, clique aqui.